Para o plano de marketing do seu negócio ou marca ser eficaz você precisa saber com quem irá se comunicar, ou seja, quais as pessoas serão seus futuros clientes e assim atingi-los da forma correta.

Mas como descobrir quem são seus futuros clientes? Fazendo pesquisa, estudando o mercado e os concorrentes e sabendo a diferença entre persona e público-alvo.

Neste artigo, vamos explicar a diferença entre essas duas maneiras de conhecer seus clientes. Veja abaixo.

 

Persona

 

No mundo de hoje, o seu cliente está hiper conectado e mostrando cada vez mais o quanto a forma de comprar está se modificando. A partir desse cenário, surgiu a persona, ela é caracterizada através da construção de um cliente ideal semi fictício com base no estudo das características e comportamentos dos seus clientes reais.

 

Como construir uma persona

 

Para montar uma persona vamos citar um exemplo de uma loja de roupas femininas, como descreveremos essa cliente? Vejamos abaixo a descrição da persona.

 

Clara tem 25 anos, mora na cidade do Rio de Janeiro, estuda administração e faz estágio. Ela adora moda, compras, sair à noite com as amigas e viajar. Vive conectada no Instagram e conhece novas marcas, costuma comprar pela internet e seguir o estilo das blogueiras.

Reparou que demos um nome fictício a cliente, uma profissão, seu estilo de vida, etc? É desta forma que construímos uma persona, nos aproximando do cliente real, tentando entender os anseios, suprindo as necessidades e respondendo as dúvidas. Ou seja, para se aproximar de sua persona, o marketing precisa criar empatia com seus clientes. Só assim conseguirá oferecer uma comunicação direta e acertar o que o cliente deseja.

Para que você consiga criar a persona da sua marca faça pesquisa com seus clientes, seja através de email marketing ou stories do Instagram, mas não deixe de procurar entendê-lo. Isso só trará benefícios para as suas vendas.

 

Público-alvo

 

Em um plano de marketing, geralmente é de costume que seja definido primeiramente o público-alvo da campanha. Ele é a definição coletiva de quem compra seu produto, com base em um perfil socioeconômico, demográfico e comportamental.

Diferente da persona, o público-alvo não se define de forma específica. Como mencionamos no tópico anterior, o modo de consumo a cada dia muda, por isso, o público-alvo está começando a perder espaço. Hoje, precisamos cada vez mais de informações específicas sobre o perfil do nosso consumidor.

De toda forma, vejamos como um público-alvo é construído utilizando o mesmo exemplo da loja de moda para que a diferença fique clara. Veja abaixo:

 

Mulheres com idade entre 24 – 30 anos, com formação universitária ou estudando, residem no Rio de Janeiro, com renda mensal própria e/ou que possuem ajuda dos pais.

Viu como nada é muito específico? Criamos um perfil geral de quem compra em uma determinada  loja de roupas.

Você pode utilizar o estudo do seu público-alvo para criar um novo produto, por exemplo e em ações que não exigem um cenário tão completo do cliente.

Apesar de citarmos que o público-alvo já não é tão utilizado, ainda assim é importante considerá-lo na hora de criar suas estratégias. E, priorize a persona para saber de forma mais intensa qual a melhor forma de se comunicar com seu consumidor.

Share This
Marketing Digital A diferença entre persona e público-alvo
%d blogueiros gostam disto: