fbpx
21 99173-7117 agencia@aboutgrow.com

Uma grande novidade se aproxima para todos que se interessam por plataformas de criação de sites. Se você utiliza, pensa ou já pensou em utilizar o WordPress, descubra o que o Gutenberg irá proporcionar aos seus usuários.

Gutenberg é a nova menina dos olhos do WordPres e está sendo criado para atender os seus anseios mais profundos na hora de criar um site. Mais que um editor, embora o editor seja o foco agora, o projeto terá impacto em toda a experiência de publicação, incluindo personalização (a próxima área de foco).

O editor do WordPress possui layout praticamente inalterado há quase uma década. Por essa razão a equipe de colaboradores está trabalhando com bastante dedicação, de forma a permitir projetar e construir uma base para as coisas que estão por vir e melhorar a experiência do usuário.

Gutenberg foi concebido pela adoção de “pequenos blocos” de arrastar e soltar, bem como opções de layout mais avançadas. O propósito é fácilitar o trabalho de criação, especialmente para aqueles usuários que estão começando com o WordPress.

Atualmente o projeto está em fase beta, o que indica que devemos ter cuidado e evitar o uso em sites de produção. Parece que o propósito final será a fusão no núcleo do WordPress, o que faz todo o sentido, pois isso resolverá muitos dos problemas vividos por aqueles que utilizam a plataforma, além de permitir que processem novas ideias e solicitações de recursos.

Foco na edição

“O editor criará uma nova experiência de criação de páginas e pós-construções que torna a gravação de posts avançados sem esforço e tem blocos para facilitar o que hoje pode levar códigos de acesso e HTML personalizado à incorporação de dados”, afirma Matt Mullenweg, desenvolvedor do WordPress.

Gutenberg se aprofunda um pouco mais do que somente reformular o editor. Estão sendo feitas várias alterações no layout com a implementação do uso de bloco, que vai unificar diversos temas, pois será uma interface nativa e totalmente renovada.

Blocos

Blocos serão as unidades catalizadoras de todo o sistema, uma vez que farão a ligação dos códigos de acesso, incorporações, widgets, pós-formatos, tipos de postagem personalizados, opções de temas, meta-caixas e outros elementos de formatação.

Podemos imaginar um bloco “funcionário” personalizado que um cliente pode arrastar para uma página “Sobre”, com o propósito de exibir uma imagem, um nome e uma biografia. Menus e widgets estarão simplificados. Os usuários vão poder conceber e usar rapidamente o WordPress, e a maioria dos plugins.

Os estágios do Gutenberg

Gutenberg tem três etapas planejadas. O primeiro, destinado à inclusão no WordPress 5.0, concentra-se na experiência de pós-edição e na implementação de blocos. Esta fase inicial se concentra em uma abordagem de conteúdo em primeiro lugar. O uso de blocos permite que o usuário se concentre em como seu conteúdo ficará sem se distrair com outras opções de configuração. Isso irá ajudar todos os usuários a apresentar seu conteúdo de maneira dinâmica, direta e visual.

Esses elementos fundamentais abrirão o caminho para os estágios dois e três, planejados para o próximo ano, para irem além dos modelos de página e, em última análise, para a personalização completa do site.

O Gutenberg é uma grande mudança, e haverá maneiras de garantir que a funcionalidade existente (como códigos de acesso e metabox) continue funcionando, permitindo que os desenvolvedores tenham tempo e caminhos para fazer a transição de forma eficaz.

Por fim, abrirá novas oportunidades para os desenvolvedores de plug-ins e de temas para melhor atender aos usuários por meio de uma experiência visual mais envolvente que aproveite um conjunto de ferramentas suportado pelo núcleo.

Já que você se interessa por temas de tecnologia e inovação, aproveite para baixar nosso Guia do Marketing no Facebook! É gratuito, garanta o seu clicando aqui.

 

 

Share This
%d blogueiros gostam disto: